Prepare um autêntico chá inglês

Se no último post eu falei da forma como os japoneses consomem chá, agora preciso falar dos ingleses, talvez os mais conhecidos bebedores de chá do Ocidente. Para essa tarefa, vou contar com a ajudinha de Douglas Adams, um dos seres humanos mais incríveis que já pisaram nesse planeta.

Antes de aprendermos como preparar o chá, vamos descobrir de onde veio essa fama dos ingleses.

Chá das Cinco

O costume inglês de tomar o chá da tarde é conhecido no mundo todo, mas o que pouca de gente sabe é que, na verdade ele veio dos portugueses. Catarina de Bragança, filha de D. João IV, casou-se com o rei inglês Charles II em 1662 e se tornou uma Rainha Consorte Inglesa, ou seja, “simplesmente” a esposa de um rei (ela não nasceu naquele reino mas se tornou parte dele). Na sua bagagem ela levou para a Inglaterra o hábito de beber chá, usar talheres, o tabaco e a geleia de laranja. A corte inglesa começou a beber chá.

Mas a responsável pela popularização do hábito foi outra pessoa, Anna Maria Russell, duquesa de Bedford. A duquesa costumava fazer um lanche entre o almoço e o jantar, comendo um doce ou salgado acompanhado de uma boa xícara de chá e descobriu que aquele lanche era uma espécie de refresco entre as refeições. O ato de beber chá lhe era tão agradável que passou a convidar amigos para se juntarem a ela. Aristocratas e burgueses começaram a copiar esse costume e aproveitavam a ocasião para exibir suas peças de porcelana, o que acabou evoluindo para um evento cada vez mais social e importante.

Afternoon Tea, 1886. Chromolithograph after Kate Greenaway.

A refeição, considerada leve, acabou caindo no gosto dos ingleses e foi se popularizando, chegando até em camadas mais desfavorecidas. Isso levou a um acontecimento curioso: o chá era servido até mesmo durante a guerra.

Uma pausa diária na guerra

Como a guerra é um ambiente hostil, fomentar pequenos momentos de paz e união era importante para manter elevada a moral dos soldados. Existem relatos de que o Exército Britânico já praticava isso há muito tempo, inclusive durante a Batalha de Waterloo, em 1815.

Na 1ª Guerra a tradição foi mantida e, não apenas trouxe um pouco de conforto para os soldados como também reduziu a dependência de álcool durante os confrontos. O chá da manhã os despertava e os da tarde os relaxavam após os combates intensos.

Em 1935 uma música foi gravada sobre o fato de tudo parar para um chá!

Já na 2ª Guerra Mundial, que envolveu cerca de 30 países e mais de 100 milhões de pessoas, causando mudanças globais, o Governo Britânico resolveu comprar todo o chá preto que estivesse disponível e o enviou para as linhas de frente, ou melhor, para os soldados que estavam na linha de frente em 1942.

E isso provocou cenas curiosas com os soldados parando para apreciar seus chás.

Tudo bem que, no campo de batalha, era muito difícil preparar um chá, mas isso confortou os soldados. Nos dias atuais, é possível preparar um legítimo chá inglês para ser apreciado durante a tarde. O modo de preparo a seguir foi retirado do livro O Salmão da Dúvida de Douglas Adams.

Como preparar um chá, por Douglas Adams

Um ou dois americanos já me perguntaram por que os ingleses gostam tanto de chá, já que, para eles, essa não parece ser uma bebida muito saborosa. A questão é que, para entender, é preciso prepará-lo da maneira certa. Existe um princípio muito simples que é o seguinte: para obter o verdadeiro sabor do chá, a água deve estar fervENDO (não fervIDA) quando entra em contato com as folhas. Se a água estiver apenas quente, ele ficará insípido. É por isso que nós possuímos todos aqueles rituais estranhos, como pré-aquecer o bule (para que água fervente da chaleira não esfrie rápido demais ao ser colocada nele). E é por isso que o hábito americano de levar uma xícara, um saquinho de chá e um bule de água quente à mesa é simplesmente a forma mais garantida de se preparar um líquido ralo, insosso e aguado que ninguém com um pingo de juízo iria querer beber. Os americanos nunca conseguem entender por que os ingleses dão tanta importância ao chá porque a maioria deles NUNCA TOMOU UMA XÍCARA DE CHÁ DECENTE. Mas, para dizer a verdade, a maioria dos ingleses também já não sabe preparar um bom chá e prefere beber café instantâneo barato, o que é uma pena, além de dar aos americanos a impressão de que os britânicos não entendem nada de bebidas estimulantes quentes.

Então, o melhor conselho que posso dar a qualquer americano que esteja indo à Inglaterra é o seguinte: vá a uma loja e compre uma caixa de chá Earl Grey. Volte para casa e ferva água numa chaleira. Quando ela começar a ferver, abra o pacote e dê uma cheirada. Cuidado – você pode ficar um pouco tonto, mas isso é perfeitamente legal. Quando a água levantar fervura, despeje um pouco dela em um bule, mexa a água dentro e coloque-a de volta na chaleira. Deposite dois (ou três, dependendo do tamanho do bule) saquinhos de chá dentro do bule. (Se eu estivesse realmente tentando lhe mostrar o caminho da retidão, diria para usar folhas soltas em vez de sachês, mas vamos devagar.) Deixe ferver novamente a água da chaleira e então a despeje (ainda fervendo) no bule, o mais rápido possível. Deixe a mistura descansar por dois ou três minutos e então sirva-a em uma xícara. Algumas pessoas irão dizer que você não deveria acrescentar leite a uma xícara de Earl Grey, e sim apenas uma fatia de limão. Elas que se danem. Gosto de leite no meu. Se você achar que também vai gostar, talvez seja melhor colocar um pouco no fundo da xícara antes de servir. Se o acrescentar a uma xícara de chá quente, irá escaldar o leite. Caso prefira uma fatia de limão, então, bem, acrescente uma fatia de limão.

Beba. Após alguns instantes você começará a achar que, no fim das contas, o lugar em que foi parar talvez não seja tão estranho quanto parece.

12 de maio de 1999

Seguindo todas as dicas, preparei um bule de chá e combinei com uma fatia de bolo. Devo dizer que concordo com a duquesa de Bedford: esse é um lanche perfeito para a tarde. 🍵🍰

Para quem quiser aprender sobre outras formas de preparar e beber chá (e também sobre como isso é feito no Japão), tem um texto esperando aqui no blog:

P.S.: Notou alguma coisa de estranha no banner? Só os mais atentos ao texto vão entender. 😊

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: